Fluência não é um objetivo. Fluência é um processo!

"Inglês não é pra mim. Eu nunca vou aprender. Eu estudo há anos e não sou fluente."



Há anos a internet virou esse lugar de promessas fáceis e soluções mágicas para problemas da vida real. Quase nada escapou das garras da "fórmula de lançamento" e o que mais existe hoje é especialista prometendo resultados mágicos se você seguir o passo-a-passo direitinho. E claro, o ensino de idiomas também está incluído nesse mercado de promessas. Cristalizaram a ideia de fluência como um conjunto de competências que o falante tem que


possuir, e plantaram a dúvida na cabeça das pessoas. "Você só é fluente se souber x, y, z". Por outro lado, também vemos por aí a ideia da comunicação num nível operacional sendo


vendida como fluência, e aí o sujeito pensa que aprender um conjunto de frases prontas, uma lista de palavras e verbos, e algumas expressões é o suficiente.


Chegamos numa palavra interessante. O que é "suficiente" para que você consiga se comunicar com clareza? O que é essa tal fluência?


Se fazer entender na sua língua mãe é complicado às vezes. Nos perdemos, temos que recomeçar a frase, somos mal interpretados, interpretamos errado. Falar é complexo, nem sempre as coisas saem como planejado. Mas tentamos de novo, e articulamos melhor nossos pensamentos, as palavras vão aparecendo e vamos nos fazendo entender. E nesse jogo de ping pong verbal, vamos existindo no mundo.


Parece uma visão meio poética, uma perspectiva muito lúdica, certo? Mas é exatamente assim que o linguista Wittgenstein via a comunicação, por exemplo. Falar é uma tentativa frustrada de traduzir-se o tempo todo. Se um conjunto de palavras certas fosse o suficiente, não nos encontraríamos constantemente sem saber o que dizer, ou arrependidos de termos usado uma palavra ao invés de outra. TUDO ISSO está em jogo quando pensamos em fluência em um segundo idioma.


Fluência não é a meta final. Fluência não é a linha de chegada. Falar é o processo de se encontrar no meio do caminho entre o que você pensa e o que você vai dizer. E fluência é o quão confortável e flexível você se torna ao usar as palavras


E desse processo a MOVA entende. Pode vir sem medo!



11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo