The Basics - Preposições de espaço: on/in - Part 1

Atualizado: 22 de jan. de 2018

Muita gente ainda tem dificuldade em usar as preposições em inglês. Elas são assunto pra muita conversa porque, infelizmente, não existe uma regra infalível para o uso delas. Acredite, até nativos têm dificuldade! O melhor a se fazer é entender os usos dentro de um contexto e praticar, praticar muito! Pensando nisso, A Mova vai trazer na série "The Basics" algumas dicas de inglês relacionadas a tópicos de nível iniciante e o primeiro post é dedicado a elas. Nessa primeira parte, abordaremos o usos das preposições in/on quando usadas para descreverem a posição/localização de um objeto.

Vamos lá?


Mas afinal, o que é uma preposição?

Uma preposição liga dois elementos de uma oração, subordinando sempre o segundo ao primeiro. Essa ligação pode ser feita entre substantivo e substantivo, verbo e substantivo, substantivo e verbo, adjetivo e substantivo, advérbio e substantivo, etc. (Ex: The book is on the table. (O livro está em cima da mesa)

Tendo isso em mente, vamos aos casos.

ON Usando a famosa frase “The book is on the table”, vamos ao uso da preposição “on”. Quando digo “The book is on the table” estou dando a localização do livro. “Book”, na oração, é o sujeito, logo, é a posição dele que tenho que indicar. Vamos então à grande sacada:

usaremos a preposição “on” na maioria das vezes em que o sujeito tocar objeto, ou estiver em cima do objeto, e, na maior parte das vezes, o objeto é algo plano (ou que não seja possível colocar nada “dentro” dele). Também usaremos "on" quando o objeto for a superfície de algo.

Exemplos? Sim!

  1. The car is on the street. O carro está na rua. (Neste caso, o carro está "em cima" da rua, tocando a rua)

  2. I live on _______ street. Eu moro na rua _______.(a casa em que moro também está "em cima" da rua)

  3. Look at the apples on those trees. Veja as maças naquela árvore. (Maças crescem na parte "externa" da árvore. São visíveis na parte mais externa.)

  4. The band is already onstage. Let’s go. A banda já está no palco. Vamos!(A banda está de fato em cima do palco)

  5. We live on planet Earth. Nós habitamos a Terra. (Neste caso, usamos "on" pois vivemos na camada mais externa da terra, na superfície.)

  6. My watch is on my wrist. Meu relógio está no meu pulso.(O relógio de pulso está tocando o meu pulso, na camada mais externa do corpo, na pele)

  7. My feet are on the ground. Meus pés estão no chão. (Meus pés estão tocando o chão, tocando uma superfície)

  8. I have a huge map on my bedroom wall. Eu tenho um mapa bem grande na parede do meu quarto.(O mapa está tocando a parede, tocando a superfície da parede.)

IN

Quase sempre que formos estabelecer a relação entre os elementos e o elemento subordinado estiver contido no outro elemento, usaremos a preposição in.

A grande sacada aqui é pensar se o elemento que estou descrevendo tem uma superfície ou se é algo que eu consiga colocar coisas dentro.
  1. There’s nothing better than staying in the pool on hot summer days. Não há nada melhor que ficar na piscina em dias quentes de verão. (Uma piscina é algo que posso estar, de fato, dentro.)

  2. There aren’t any students in the classroom. Não há nenhum aluno na sala de aula.(Uma sala de aula é um espaço fechado. Tudo o que estiver dentro da sala está contido neste espaço, no limite das 4 paredes, teto e chão.)

  3. Carl has been in his bedroom for over 5 hours studying for his test. Carl está em seu quarto há mais de 5 horas estudando para sua prova. (O quarto segue o mesmo raciocínio da sala de aula.)


Há mais um detalhe importante no que diz respeito ao uso da preposição IN para descrever lugares. Se o lugar mencionado for apenas uma delimitação de espaço, e o elemento a ser posicionado estiver contido nesse “limite”, usaremos a preposição in.

Confuso? Não. Vamos aos exemplos:


  1. I’ve been living in São Paulo since 2012. Eu moro em São Paulo desde 2012. (Cidades, estados e países são delimitações de pedaços de terra; dessa forma, quando nos colocamos em um desses "pedaços", estamos dentro de algo, dentro dos limites de algo.)

  2. Don’t stay in the sun for too long. Your skin is very sensitive. Não fique no sol por muito tempo. Sua pele é muito sensível. (Neste caso, sol não é de fato a estrela gigante. Aqui, nos referimos à porção de espaço que a luz do sol sobre, e se estivermos dentro dos limites dessa luz, estamos "in the sun")

  3. Mount Everest is the highest mountain in the world. Monte Everest é a montanha mais alta do mundo. (World é a palavra que usamos para descrever o nosso mundo. O que pode ser um pouco confuso pois muitas vezes entendemos que o nosso mundo é o planeta terra. Mas "mundo" é uma palavra com sentido figurado, que é usada para descrever os limites do que chamamos de mundo. Como no caso de cidades, estados e países, novamente estamos dentro dos limites de algo. E diferente de quando usarmos "Earth", palavra em inglês para Terra, o planeta, onde é possível estarmos "em cima, encostados na superfície)


Mas como sabemos, todas as regras têm exceções. Então vamos a elas.


EXCEÇÃO #1

Tecnologia e meios de comunicação

Se pensarmos nos componentes de uma televisão, ou celular, iremos nos referir a eles com a preposição "in"

The battery is in my phone. A bateria está no meu celular.

Por outro lado, se estamos nos referindo a aplicativos baixados, programas de TV, sites, aparelhos eletrônicos que contenham dados, usaremos on.

I have 15 apps on my phone. Eu tenho 15 aplicativos no meu celular.

I watch videos on youtube. Eu assisto a videos no youtube.

I have hundreds of photos on my camera. Eu tenho centenas de fotos na miha câmera.

I watch shows on TV. Eu assisto a programas na TV.


EXCEÇÃO #2

Membros de um grupo

I'm on a jury. Eu faço parte de um juri.

I'm on a band. Eu faço parte de uma banda.

I'm on a study group. Eu faço parte de um grupo de estudo.


EXCEÇÃO #3

MEIOS DE TRANSPORTE

A preposição on é usada para todos os meios de transporte, exceto carro.

I'm on a bus/train/plane/spaceship...

BUT

I'm in a car.


Curtiu as dicas? Compartilhe este post e deixe nos comentários exemplos de frases usando in/on.


166 visualizações0 comentário